fbpx

Valente & Lima

VISTO D2: EMPREENDEDORES

O Visto D2 para Portugal é um visto para quem deseja empreender no país, seja como prestador de serviço (trabalhador autônomo) ou ao abrir uma empresa própria. Se você pensa em morar na Europa, mas ainda não possui nacionalidade europeia, uma excelente opção é considerar empreender em Portugal.

QUEM PODE SOLICITAR o visto D2?

  • Empreendedor ou investidor

    O visto D2 para Portugal é o visto destinado a empresários que desejam empreender ou investir no país.

  • Trabalhadores autônomos

    Trabalhadores autônomos que pretendam trabalhar em Portugal e já tenham um contrato de trabalho ou proposta de trabalho no âmbito de uma profissão liberal.

Requisitos para o visto D2: empreendedores

A relevância do seu projeto empresarial é importante para que você consiga o Visto D2 para Portugal. Assim, podemos destacar os seguintes requisitos que costumam ser levados em consideração:

  • Plano de negócios

    Viabilidade do negócio em Portugal através de um plano de negócios;

  • Comprovação da capacidade financeira

    Comprovar ter meios financeiros no país (se incluem os meios que foram obtidos através de um financiamento feito em uma instituição financeira portuguesa) ou demonstrar a intenção de fazer um investimento no país;

  • Demonstração da relevância do investimento

    Relevância social, cultural, tecnologia, científica ou econômica para o crescimento de Portugal;

  • Demonstração de experiência

    Demonstração de experiência do sócio ou dos sócios na área (com apresentação de currículo e diplomas);

Requisitos para o visto D2:
Trabalhadores autônomos

  • Contrato de Trabalho

    Ter um contrato de trabalho ou uma proposta por escrito de contrato de prestação de serviços no âmbito de profissões liberais; Estar habilitado a exercer a atividade independente (se for o caso). Por exemplo, um Advogado para poder exercer precisa de aprovação na respetiva Ordem Profissional.

  • Estar habilitado a exercer a atividade

    Estar habilitado a exercer a atividade independente (se for o caso).

clients comments

Valor mínimo de investimento Para Abertura de Empresa

O valor mínimo do investimento para abertura de empresa em Portugal não é estipulado pelo governo português. O capital social pode ser até de € 1,00 euro.Entretanto, para o visto D2 ser aprovado e passar credibilidade para o governo o valor depositado na conta da empresa deve ser de algo em torno de € 5.000,00 euros.

É necessário a criação de empregos?

Não. O Visto D2 Portugal não obriga que o empresário faça a abertura de postos de trabalho em Portugal. A empresa pode ser aberta até mesmo individual, com apenas um sócio trabalhador (empresa unipessoal). Contudo, se você possui mais de um sócio, também não há problema. Se pretende criar empregos em Portugal, melhor ainda para a relevância da atividad

O MELHOR PAÍS PARA INVESTIR (FORBES)

  • O melhor país na europa para investir

    Segundo dados da Forbes, Portugal é considerada a melhor nação da Europa para investidores estrangeiros. Os incentivos fiscais são os grandes responsáveis também por este feito, aliados ao fato de que o país possui uma estratégia de combate ao envelhecimento de sua população, com o objetivo de assegurar, ainda, a estabilidade econômica. 

  • O baixo custo de vida em Portugal

    Como o custo de vida em Portugal é bem baixo, especialmente se comparado ao Brasil ou a outros países europeus, fica mais fácil de você desenvolver o seu negócio por aqui sem passar apertos financeiros na vida pessoal, sem sacrificar muito do seu estilo de vida ou sem precisar de um capital inicial muito elevado.

  • Negócios na Europa

    Trabalhadores autônomos que pretendam trabalhar em Portugal e já tenham um contrato de trabalho ou proposta de trabalho no âmbito de uma profissão liberal.

benefícios do visto d2

  • Título de Residência

    Ao chegar em Portugal, o empreendedor deve solicitar o seu Título de Residência. O documento é válido por um ano e depois disso, renovável a cada dois anos.

  • Nacionalidade

    Depois de 5 anos morando legalmente em Portugal, é possível solicitar a nacionalidade portuguesa e você e sua família se tornam cidadãos europeus.

  • Reagrupamento Familiar

    Quem recebe Autorização de Residência para viver em Portugal a partir do visto D2 tem direito a reagrupar seus familiares, que também passam a ter direito de viver e trabalhar legalmente no país.

documentos necessários para a solicitação do visto D2:

documentos pessoais

documentos necessários para a solicitação do visto D2:

documentos da empresa

👉 Quer obter O visto d2 E
PRECISA DE orientação?

Fale conosco e lhe ajudaremos em todo o processo de conquista de seu visto d2

Valente & Lima - Advogados

Somos um escritório de advogados independente, de atuação diversificada (fullservice), com profundo conhecimento em assesoria migratória, Direito Empresarial e Comércio Internacional.   Valente & Lima – Advogados tem a sua sede em Portugal e estreitas parcerias com escritórios no Brasil, China, Estados Unidos, França, Holanda e Malásia.

depoimento de nossos clientes

"Quero agradecer publicamente a Valente&Lima, pela abertura das minhas duas empresas, tirou minhas dúvidas fiscais e tributarias, super recomendo o trabalho."
Yamina Bel
"Profissionais muito competentes, recomendo plenamente."
Luesley Rodrigues
"Eu só tenho que agradecer pela assessoria prestada na solicitação da minha nacionalidade Portuguesa. Conduziram todo o processo com muita eficiência e destreza, realizaram um excelente trabalho. Desejo sucesso e recomendo."
Rudá Lima

Cartão na Mão

Ontem clientes, hoje amigos!

ef541077-3d25-4eaf-9d05-04774a519054

rudá Lima

72082816_892258921156325_4142360734241652736_n

Sr. Marcio e Esposa

72464427_892246451157572_3059524463021260800_n

Sr. Verçosa e Esposa

VEJA nOSSO TRABALHO NO YOUTUBE

👉 Quer obter O visto d2 E
PRECISA DE orientação?

Fale conosco e lhe ajudaremos em todo o processo de conquista de seu visto d2